Dieta Low Carb: 4 coisas que não te contaram

Homens e mulheres fisicamente ativos tem que consumir ali em torno de 60% a 70% da ingestão diária de caloria em forma de carboidrato. Isso porque os carboidratos desempenham 4 funções muito importantes no seu corpinho. Presta atenção!

Estamos aqui hoje para falar sobre um assunto muito sério. Um assunto chamado Low Carb. Sabe o que é low carb? Low Carb… Pouco carboidrato! Se você que não sabe inglês então você já pode ler tranquilamente as coisas na Internet que falam sobre a dieta Low Carb, você pode ler sobre 101 Receitas Low Carb.

A gente já falou um pouco sobre isso. Por exemplo, a gente já fez artigo falando da Dukan, da dieta Paleo e ambas são dietas que acabam tendo pouco carboidrato. Só que hoje nós vamos falar 4 coisas que não te contaram ou talvez tenham te contado, mas não contaram para a maioria das pessoas sobre as dietas Low Carb.

O que você precisa saber sobre Low Carb

As coisas que você vai falar são aquelas observações que de repente as pessoas até as vezes falam mas ninguém leva em consideração porque tá bem grande “perdeu x kg”. Muita gente acha que perder tantos kg porque tá fazendo uma dieta que tá comendo pouco carboidrato é uma vantagem e, as vezes, não é.

Primeira coisa que você tem que saber, você tem que aprender a diferença entre açúcar e carboidrato. Existe uma frase muito boa que diz: “Açúcar é um tipo de carboidrato mais simples”. Você pode pensar no carboidrato e dividir carboidrato em 4 tipos: Monossacarídeos, Dissacarídeos, Oligossacarídeos e Polissacarídeos.

Isso é o tipo da coisa que se você não estudou bioquímica, não estudou nutrição não tem o menor interesse por isso, você vai esquecer em 10 segundos Pronto, você esqueceu. Você pode considerar açúcar os monossacarídeos e os dissacarídeos que são os carboidratos mais simples.

Isso é um termo genérico que a gente usa pra chamar esses carboidratos mais simples. O objetivo básico da digestão bem simplificadamente deve ser de transformar esses carboidratos em glicose pro seu corpo poder usar. O que engorda muitas pessoas talvez não seja exagerar nos carboidratos, mas escolher tipos de carboidratos não tão bons para consumir sempre.

E não consumir ou consumir muito pouco os carboidratos que são mais interessantes. A recomendação dos nutricionistas esportivos, que eu mais gosto, que eu acho mais legal é que homens e mulheres fisicamente ativos tem que consumir ali em torno de 60% a 70% da ingestão diária de caloria em forma de carboidrato.

Não comer pouco carboidrato, ao contrário, comer muito carboidrato. Isso porque alguns carboidratos desempenham 4 funções muito importantes no seu corpinho.

Funções do carbo no seu corpo

A primeira delas é: carboidrato é fonte de energia, principalmente, para exercícios mais intensos. Exercícios mais intensos esses que vocês sabem que dão bastante resultado principalmente para quem quer emagrecer e ganhar massa muscular.

“Ah mas eu ouvi falar que se você não coloca carboidrato no seu prato, tudo bem porque o corpo pega proteína e gordura que você tem e transforma em carboidrato”.

Mas a nossa alimentação tem nutrientes diferentes para funções diferentes, né? Que coisa surpreendente. Se fosse fácil assim era fácil, a gente consumia só proteína ou só gordura e ai ficava fácil. Ai não precisava inventar moda, não precisava entender muito de nutrição.

Mas, infelizmente, a vida não é simples assim porque seria muito chato, não é meu jovem goiaba? Cada nutriente tem uma função específica no nosso corpo e no nosso metabolismo. Nosso metabolismo busca sempre o caminho mais eficiente pra gente sobreviver a este mundo a este planeta que esta a cada dia mais difícil de sobreviver. Não é mesmo?

Vamos dar um exemplo… Um exemplo de moda. Regata pode ser considerada moda? Não sei. Talvez. Né? Vamos supor que eu queira sair de casa hoje com uma regata. Eu quero fazer isso da maneira mais rápido e mais eficiente possível. Se eu já tenho uma regata, eu vou lá na minha gaveta de camisetas, pego a minha regata, visto e estou pronto para sair, certo? Certo!

Se eu não tenho uma regata o que eu vou ter que fazer? Eu vou ter pegar uma camiseta como essa que tem manga,
vou pegar a tesoura e cortar esta manga toda, vou ter que limpar a sujeira que cair no chão. Vou ter que jogar as mangas no lixo, guardar a tesoura e colocar a camiseta que virou regata e sair de casa de regata. Qual dos dois jeitos dá menos trabalho?

Pois é, esse é o jeito que seu corpo quer e prefere trabalhar. Se você já tem uma regatinha na gaveta, vai lá, pega, coloca e sai de casa.

Outra coisa importante que Carboidrato faz também é ajudar a preservar a massa muscular, que é tão difícil de ganhar né? O corpo precisa manter a glicose sob controle. Então se você consome pouco ou não consume carboidrato, onde é que seu corpo vai atrás de glicose quando ele precisar?

Sim, ele vai acabar com seus músculos! Sabe quando você tá treinando e eu falo para você que ganhar massa muscular é construir tijolinho por tijolinho? Você vai, faz o exercício intenso, volta para casa, come carboidrato, proteína e vai juntando, e fazendo músculos maiores. Sim, o corpo vai atrás desse tijolinho que você deu o sangue para construir, vai quebrar ele para conseguir essa glicose que você não deu porque você não comeu carboidrato.

A terceira coisa que não te contaram sobre a dieta low carb é que você pode ficar com bafinho. Uma das funções do carboidrato é ajudar o metabolismo das gorduras. Quem já estudou um pouquinho de bioquímica ou nutrição já ouviu muito aquela frase: Sem carboidratos suficiente, você não cataboliza gordura de um jeito eficiente e você gera no seu corpo acúmulo de corpos cetônicos.

Porque os corpos cetônicos a gente costuma eliminar pela urina e boca. Já ouviu falar de hálito cetônico? É isso aí. De repente, você vai nessa dieta Low Carb: “Não, porque eu preciso perder peso rápido porque eu quero consquitar a mina, ficar com o boy.”

Muito legal, você vai abaixar seu peso e vai chegar na mina e vai falar: “olha meu peso na balança é esse, me ame.” Só que ai você vai falar isso com bafo e ela vai falar: -Ahn?

Uma coisa também muito importante que talvez não tenham te contado é que nosso cérebro só funciona adequadamente na presença de carboidrato. Se você não consome carboidrato, você tem problemas. Dietas pobres em carboidrato elas podem te fazer passar mal, te dar vertigem, elas podem te dar problemas de fraqueza. Inclusive hipoglicemia por longos períodos, podem fazer você perder a consciência e ter danos cerebrais irreparáveis.

Uma coisa suave né, depois você recupera. Opa, não. Não vou recuperar porque é irreparável. Dietas com pouco carboidrato tendem a dar um resultado grande na balança porque quando você para de consumir carboidrato, você elimina o estoque de carboidrato que fica no seu corpo em forma de glicogênio junto você perde água. Então na balança aparece que você diminuiu.

Agora, se você já entendeu a diferença de perder peso e emagrecer você entende que não adianta nada perder peso. Pessoas que ficam muito tempo em dietas pobres em carboidrato elas acabam perdendo peso, mas elas não ficam com o corpo que elas querem.

Porque o corpo que as pessoas querem é um corpo equilibrado, enrijecido, com a musculatura tonificada. Para ficar com a musculatura tonificada, você precisa fazer exercícios. Você precisa fazer exercícios de moderados a intensos e se você não dá o combustível para fazer exercícios moderados e intensos, você não vai ficar com o corpo que você quer, você vai ficar com o peso que você quer.

O que é importante na sua vida? Um número na balança ou sua saúde equilibrada? Até porque muitos alunos que eu já tive na vida chegavam pra mim depois de um certo período de treino e falavam “nossa eu tô mais pesado do que eu imaginava que eu deveria ficar mas meu corpo nunca esteve tão legal.”

É isso, você não precisa ter medo de músculos, não precisa ter medo de pesar mais. Você precisa ter medo de ter problemas de saúde associados a pouca massa muscular. Não é para ter medo de carboidrato. É para entender melhor os carboidratos e consumir carboidratos mais interessantes. Você pode consumir um docinho que tem açúcar simples ali? Pode.

Você pode almoçar doces, almoçar chocolate? Não! Porque você sabe que vai dar problema. Então se você optar por grãos integrais, massas integrais, você tá dando pro seu corpo um tipo de carboidrato muito interessante. O que engorda não é consumir mais ou menos carboidrato. O que engorda é não entender as diferenças entre os carboidratos e só consumir carboidratos mais simples.

A principal coisa que atrapalha a busca pela sua vida saudável e até pro corpo que você quer chama: fazer exercícios regularmente é a melhor coisa que você pode fazer para ficar com o corpo que você quer, para pesar o quanto você acha que você tem que pesar. Esquece o peso na balança.

Você tem que tá preocupado com o peso de gordura que você carrega pra lá e pra cá. Esse é o tipo da coisa que pode ser prejudicial para você e para sua saúde. A pessoa não tem mais problema de saúde do que a outra porque uma pesa 80kg e a outra 50kg.

A que pesa 80kg pode ter muito mais saúde do que a que tem 50kg. Porque a que tem 80kg pode ter bastante massa muscular, o corpo dela tá equilibradíssimo, se alimenta muito bem. E a que tem 50kg, as vezes, tá com colesterol altíssimo, mesmo não parecendo que tá acima do peso. De novo, porque o problema não é o peso.

Então, exercício é o caminho. E fazer exercício sem carboidrato não vai ser legal pra você. Está dado o recado?

Leia mais aqui: https://www.henriquepazin.com/101-receitas-low-carb/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *